Review: peixe:avião "Christmas Club @ Hard Club, dia 2: segundo dia repleto de surpresas"
Começou bem esta segunda noite da festa natalícia, e assim continuou na companhia dos peixe : avião. A banda de Braga optou por uma abordagem à «toma lá que já almoçaste», e decidiu começar por introduzir o espetáculo com alguns minutos de noise, o que prendeu o público desde o primeiro instante. Os peixe : avião conseguiram, logo à partida, criar uma atmosfera que nos envolveu a todos, para além até do aspeto sonoro, apresentando um trabalho fantástico em termos luminotécnicos, que se harmonizou na perfeição com a sua sonoridade. O resultado foi um começo arrasador e vibrante, que se reflectiu em todo o espetáculo, orientado ainda para a promoção do seu último álbum "Madrugada".
in Palco Principal


Review: peixe:avião, CHRISTMAS CLUB - Dia 2 | Hard Club
Com uma introdução instrumental quase apocalíptica, a banda bracarense vai entrando discretamente em palco. No início, a melódica e arrastada voz de Ronaldo Fonseca mal se ouvia, mas logo se corrigiu. Ainda em apresentação do seu segundo álbum “Madrugada” de 2010, os Peixe:Avião são uma banda peculiar à qual é difícil apontar um estilo. “Fios de Fumo” foi dedicada ao guitarrista Luís Fernandes que vai ser pai e “Jogo da Quimera” foi praticamente dedicado ao público, uma vez que foi o single lançado com o último álbum. “A Espera é um Arame” foi dos melhores momentos do concerto. A música (do álbum “40:02”) que lançou a banda foi realmente das mais marcantes de todo o seu trabalho, como se pode ver pela reacção do público. Apesar do concerto ter sido um pouco introspectivo por parte da banda, o que fez com que não houvesse tanta interacção com o público, os Peixe:Avião têm uma qualidade musical muito boa. No fim, deixaram-se levar para mística dos instrumentos e desfrutaram daquilo que realmente demonstram gostar de fazer: música. E juntamente com um grande espectáculo de luz e imagem, termina o concerto dos Peixe:Avião na sala 1. Fonte: imagem do som
in Imagem do Som


Review: We Trust "Christmas Club, dia 1: a reportagem da festa natalícia do Hard Club"
Finalmente chega We Trust, de André Tentugal, como uma sobremesa de sabores requintados servida em loiça de porcelana. Aqui nenhum dos detalhes foi deixado ao acaso, tudo foi pensado até ao mais pequeno pormenor, deixando revelar uma bela aura cinematográfica que envolve a audiência entre o suspense e a luxúria. Assim foi apresentado no Porto o novo álbum "These New Countries". O espetáculo ainda contou com a participação especial de Graciela Coelho, dos Dear Telephone, que aqueceu o palco com a sua voz feminina e envolvente no tema Reasons. Um dos momentos altos terá sido, inegavelmente, o momento de Time. O single já tão conhecido do público não deixou ninguém parado e todas as vozes se elevaram para cantar o grande motto "Better not stop moving".
in Palco Principal


  © 2018 Sideffects, Lda. - All Rights Reserved

Created and Developed by
 
  parceiros
 
Sons em Trânsito Primeira Linha Lisboa Agencia Pad Online Gnration Meifumado Mad4ideas